Marta defende agenda positiva e pacificação em gestão Temer

O senador Aloysio Nunes disse que a presidente será afastada ainda nesta quarta-feira e que não retomará ao poder

Brasília – A senadora Marta Suplicy (PMDB-SP) e o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) afirmaram, durante seus discursos na tribuna do Plenário do Senado Federal, que são a favor do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

O senador disse que a presidente será afastada ainda nesta quarta-feira e que não retomará ao poder. Segundo ele, o processo passará tanto na votação de hoje quanto na que terá que acontecer em até 180 dias para uma decisão definitiva.

“A presidente perdeu a condição de governar esse país em 2013”, disse.

Já a senadora Marta Suplicy, que já fez parte da base do PT, defendeu um eventual governo Temer e uma agenda pacificadora para a próxima gestão.

“Por São Paulo e pelo Brasil, o meu voto é sim”, disse depois de afirmar que “há indícios suficientes de crime de responsabilidade”.