Manifestantes protestam contra falta de água em São Paulo

Manifestação "Alckmin, cadê a água?" buscava cobrar explicações e soluções para os problemas de falta d'água em São Paulo

São Paulo – Cerca de 150 pessoas, segundo a Polícia Militar, protestaram contra a crise da água em São Paulo e o governador Geraldo Alckmin (PSDB) na tarde deste sábado.

A manifestação "Alckmin, cadê a água?" buscava cobrar explicações e soluções para os problemas de falta d'água. Os organizadores estimam que 500 pessoas estavam no local.

Com marchinhas de carnaval adaptadas para a falta de água em São Paulo, os manifestantes saíram do Largo da Batata, na zona oeste da cidade, e marcharam até a sede da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

O nível de água do Sistema Cantareira, principal reservatório que abastece a região metropolitana de São Paulo, diminui neste sábado, mesmo com a chuva que caiu na noite de sexta.

Segundo a Sabesp, o índice chegava a 12,2% da capacidade total, já considerando o chamado volume morto. No fim de semana, há previsão de pancadas de chuva à tarde e à noite, tanto no sábado quanto no domingo, na capital paulista.