Lula afirma que Lava Jato não afetará resultados do PT

De acordo com o ex-presidente, nos pleitos municipais os eleitores estão mais preocupados com o que o prefeito fará do que com assuntos nacionais

São Paulo – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva descartou neste domingo que a Operação Lava Jato, que investiga tanto ele como outros líderes do PT, afete os resultados do partido nas eleições municipais deste domingo.

“Ela pode influenciar em alguma eleição, mas não vai influenciar no resultado final porque tem muita gente mais preocupada com a lavagem da rua, com a lavagem da escola em que os filhos estudam do que com a operação Lava Jato”, disse Lula a jornalistas após votar em São Bernardo do Campo.

De acordo com o ex-presidente, nos pleitos municipais os eleitores estão mais preocupados com o que o prefeito fará em suas respectivas cidades do que com assuntos nacionais.

Além disso, Lula assegurou que, apesar da “perseguição” que sofre e das projeções pessimistas, “o PT vai surpreender nesta eleição”.

Lula chegou ao colégio João Firmino, no bairro Assunção, acompanhado do candidato à prefeitura de São Bernardo pelo PT, Tarcisio Secoli, que está em terceiro lugar nas pesquisas de intenções de voto e corre o risco de não para disputar o segundo turno.

Sua derrota pode ser outro dos revezes emblemáticos do PT, já que São Bernardo do Campo é berço e reduto da legenda.

Segundo o ex-chefe de Estado, outros partidos também passaram por crises e sobreviveram, e o mesmo vai acontecer com o PT.

“O PT sobrevive aparecendo em todas as pesquisas como a legenda preferida do eleitorado brasileiro. O fato de o PT ter o dobro da preferência que têm os tucanos, ter o dobro do que tem o PMDB mesmo nesta crise demonstra que se enganam aqueles que pensam que podem acabar com o PT atacando só uma personalidade”, comentou.

Lula chegou a ser vaiado e chamado de “ladrão” por algumas poucas pessoas ao chegar ao colégio, mas a grande maioria dos presentes o aplaudiu, o cumprimentou e pediu para tirar fotos.

“Eu não ouvi vaias. Era tanto aplauso. É como quando o Corinthians vai jogar, mesmo sendo no Itaquerão. Tem sempre meia dúzia de torcedores do outro time. Pergunta se o jogador ouve vaia. Só ouve aplausos”, brincou.

Por fim, Lula declarou que vem recebendo um grande apoio popular desde que foi acusado formalmente de corrupção e que pretende começar a viajar por diferentes cidades do país.

“Essa gente vai se surpreender porque a partir dessas eleições eu vou começar a andar pelo Brasil. Só tem um jeito de tentar me parar. É tentar evitar que eu ande pelo Brasil. Quando não puder mais andar, eu andarei pelas pernas do povo”, prometeu.