Jucá defende apoio de partido a Temer

Em reunião da Executiva, o PMDB decidiu voto a favor do presidente Michel Temer e contra a denúncia do PGR

Brasília – O líder do governo no Senado, senador Romero Jucá (PMDB-RR), afirmou nesta quarta-feira, 12, após reunião da Executiva do partido, que a decisão do PMDB de fechar questão contra a denúncia apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR) foi uma decisão para “enfrentar um fato que não existe”.

Em reunião da Executiva, o PMDB fechou questão a favor do presidente Michel Temer e contra a denúncia do PGR. Segundo Jucá, os membros do PMDB que não acompanharem o partido poderão responder no Conselho de Ética e serem afastados de suas funções partidárias por até 90 dias. O peemedebista afirmou ainda que aqueles que não quiserem acompanhar o partido podem se sentir à vontade para sair.

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s