Homem é preso após atirar objetos na casa de Temer

Na manhã deste domingo, a perícia esteve na casa do presidente para averiguar danos ao portão que foi atingido

Por Simone Cavalcanti

São Paulo – A residência do presidente Michel Temer (PMDB) no bairro Alto de Pinheiros em São Paulo foi alvo de uma ocorrência neste final de semana, quando um homem, por duas noites consecutivas, atirou objetos no portão da casa. O presidente estava dentro da residência. A Polícia Civil confirmou à reportagem do Broadcast que, na madrugada deste domingo, na segunda ação, o homem foi detido e levado à delegacia para assinar um termo circunstanciado em decorrência de um boletim de ocorrência por dano e perturbação. Após assinar este termo, no qual se compromete a não repetir a atitude, o homem foi liberado.

Na manhã deste domingo, a perícia esteve na casa de Temer para averiguar danos ao portão que foi atingido. O boletim de ocorrência foi feito na 14ª delegacia de Polícia Civil. Após o ocorrido, a segurança na frente da casa do presidente foi reforçada.

Temer chegou a São Paulo na sexta-feira à noite. Na manhã deste domingo e em meio às citações dele em delação de executivo da Odebrecht, recebeu o advogado Antônio Cláudio Mariz de Oliveira. Depois do encontro, deixou a residência rumo a Brasília.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Benedito Domingos DA Silva

    PERGUNTO O DATA FOLHA É O MESMO QUE FAZ SUAS PESQUISAS E DÁ OS RESULTADOS IGUAIS DEU PARA PREFEITO EM SÃO PAULO? ORA! DESCULPE MAS NÃO É MORAL ÀS PESQUISAS DO DATA FOLHA OU QUALQUER OUTRA PESQUISA QUE DESTRÓI ÀS EXPECTATIVAS DE INVESTIDORES. Não sou a favor do Temer ou de qualquer político que está sendo investigado pela Lavajato e muito menos para as pesquisas do Datafolha que no meu entender errou e feio no Brasil inteiro puxando o saco do PT e do PSDB, em São disse que haveria 2 turno e que Haddad estava subindo? Subindo ou descendo?… Segundo o Datafolha, se a eleição hoje, João Doria (PSDB) iria para o segundo turno, mas o seu adversário está indefinido. A evolução dos números mostra que Doria mantém o crescimento. Celso Russomanno (PRB) e Marta Suplicy (PMDB) estão em queda e Fernando Haddad (PT), em alta, o que torna a disputa pelo segundo turno indefinida. Também em manifestação nunca colocou uma coisa certa sequer…. Sou apartidário para o bem do Brasil e crítico para mídias que complicam com inverdades sobre a situação econômica e partidária ao retrocesso do Brasil… Repórteres que faltam com a verdade e não é diferente a Folha de São Paulo e o blog 247…. Perniciosos… imorais… e com certeza ganham com a destruição dos pobres….