Greve de ônibus afeta 120 mil passageiros em Sorocaba

A categoria cobra reajuste de 9,58% - 6% de aumento real e 3,58% relativos à inflação -, enquanto as empresas oferecem apenas 2,5%

Cerca de 120 mil pessoas são prejudicadas pela paralisação dos ônibus municipais de Sorocaba, no interior de São Paulo, na manhã desta segunda-feira, 5.

Os trabalhadores do transporte rodoviário deram início a uma greve por tempo indeterminado, mas se comprometem a colocar 40% da frota nas ruas nos horários de pico e 30% da frota nos demais horários.

Os veículos do transporte especial não serão afetados, conforme o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região.

Uma audiência de conciliação entre a categoria e as empresas de ônibus está marcada para as 14 horas desta segunda-feira, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 15ª Região, em Campinas.

A categoria cobra reajuste de 9,58% – 6% de aumento real e 3,58% relativos à inflação -, enquanto as empresas oferecem apenas 2,5%, segundo a entidade. Uma tentativa de negociação que estava prevista para este domingo, 4, foi cancelada.