Foragido desde 2011, Roger Abdelmassih chega a São Paulo

Um dos maiores especialistas em fertilização in vitro do Brasil, o ex-médico foi preso quando buscava os dois filhos pequenos na escola

São Paulo – O ex-médico Roger Abdelmassih chegou por volta das 15h30 ao Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, onde passa por exames de corpo delito na tarde desta quarta-feira, 20.

Depois, ele deve seguir para o Presídio de Tremembé. Abdelmassih, de 70 anos, foi preso na terça na cidade de Assunção, capital do Paraguai.

Ele estava foragido desde janeiro de 2011 e foi condenado a 278 anos de prisão pelo estupro de 37 pacientes.

Na terça, escoltado por policiais armados com fuzis e vestindo um boné, o ex-médico foi levado para o aeroporto de Assunção, onde foi colocado em um avião da força aérea paraguaia, que levou o foragido até Ciudad del Este, na fronteira com o Brasil.

Dali, o ex-médico foi conduzido pelos agentes federais até Foz do Iguaçu, no Paraná, onde passou a noite.

Um dos maiores especialistas em fertilização in vitro do Brasil, o ex-médico foi preso quando buscava os dois filhos pequenos na escola.

Estava acompanhado pela mulher e mãe da crianças, Larissa Maria Sacco, de 37 anos.

Três carros com policiais da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad), do Paraguai, cercaram o foragido.

A polícia do país vizinho era apoiada por homens da Polícia Federal (PF) brasileira.