Policial federal “hipster” rouba cena na prisão de Cunha

Eduardo Cunha, de 58 anos, foi fotografado sendo levado para um avião, em Brasília, acompanhado de vários agentes

Após a divulgação das imagens da prisão do ex-presidente da Câmara de Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ), nesta quarta-feira (19), uma pergunta dominou as redes sociais: quem era o federal à paisana ao lado do peemedebista?

Cunha, de 58 anos, foi fotografado sendo levado para um avião, em Brasília, acompanhado de vários agentes.

Sem o habitual uniforme preto, um deles chamou a atenção. De calça jeans, camiseta, sarado e de porte atlético, com a barba cuidadosamente cultivada e coque samurai, o policial foi apelidado de “federal hipster” pelos internautas.

Acusações de corrupção contra Cunha? Crise política? Nada disso. Para alguns, a notícia do dia era o bonitão hipster.

“O novo mistério da Internet é descobrir quem é o policial hipster perto do Cunha”, alguém tuitou.

🌊⛱☀️🙌🏻🇧🇷🏝

A post shared by Lucas Valença Oficial (@valenca26) on

Rapidamente, a resposta on-line apareceu. O agente se chama Lucas Valença e é um “muso do Instagram”.

Fotos postadas nessa rede social mostram o policial na praia, na cachoeira, com seus cachorros, ou no barbeiro, aderindo à agora famosa barba no estilo lenhador.

Para o jornal Folha de S. Paulo, Lucas poderá assumir o posto de PF celebridade e símbolo anticorrupção até então ocupado por Newton Ishii, o “Japonês da Federal”.

Figura recorrente nas detenções realizadas pela Lava Jato, conduzindo caciques da política e outros acusados algemados, Ishii acabou sendo, ele mesmo, preso em Curitiba por acusação de facilitar contrabando.

Veja também
Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Robson Barbosa

    Estes policiais que conduz na lavajato devem utilizar capuz já. Não podem comprometer a operação.