Esta cidade teve o voto nulo como vencedor das eleições

Situação similar aconteceu em São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Belo Horizonte (MG)

São Paulo – Na eleição municipal de São Gonçalo, região metropolitana do Rio de Janeiro, o grande campeão foi o voto nulo: dos 686,2 mil gonçalenses que foram às urnas neste domingo (2), 24,64% depositaram votos em branco ou nulo – resultado superior ao primeiro colocado José Luiz Nanci (PPS), que recebeu 20,46% dos votos válidos. Somando os brancos, nulos e abstenções, quase metade dos eleitores da cidades abriu mão do voto.

Com uma diferença de apenas 896 votos, o candidato do PPS vai disputar o segundo turno com Dejorge Patrício, do PRB. 

Situação similar aconteceu em São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Belo Horizonte (MG). Na capital paulista, a soma das abstenções, brancos e nulos superou os votos conquistados pelo candidato eleito em primeiro turno João Doria (PSDB), que obteve 3,08 milhões de votos.

Já em Belo Horizonte (MG), brancos, nulos e as pessoas que não foram às urnas somaram 741.915, 46,63% a mais do que o candidato mais votado da cidade, o tucano João Leite. 

No Rio de Janeiro, a apuração surpreende ainda mais: 1,8 milhão de pessoas votaram branco, nulo ou se abstiveram de votar – duas vezes mais do que o político mais votado da cidade, Crivella (PRB), que recebeu 842,2 mil votos. 

//e.infogr.am/js/embed.js?WxJ