Em nota, governo brasileiro lamenta morte de embaixador grego

Segundo o governo, embaixador realizava trabalho de aprofundamento da relação entre Brasil e Grécia

Brasília – Em nota oficial, o Ministério de Relações Exteriores afirmou que o governo brasileiro lamentava a morte do embaixador da Grécia no Brasil, Kyriakos Amiridis.

Segundo o texto, o embaixador “vinha realizando intenso trabalho para o aprofundamento das relações entre os dois países”.

Em carta enviada a autoridades gregas, o presidente Michel Temer garantiu que os órgãos competentes brasileiros iriam realizar uma “cuidadosa investigação” das circunstâncias da morte do embaixador.

O corpo do embaixador grego foi encontrado nesta sexta-feira, 30, num carro carbonizado e abandonado no Arco Metropolitano, anel viário da Região Metropolitana do Rio, na entrada de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Segundo a Polícia Civil, a motivação do crime teria sido passional.

O delegado responsável pelas investigações já pediu à Justiça a prisão de quatro pessoas que teriam planejado o assassinato, entre elas a mulher brasileira do diplomata, a embaixatriz Françoise de Sousa Oliveira Amiridis, e o policial militar Sérgio Gomes Moreira Filho. O policial teria um relacionamento amoroso com Françoise.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. A imagem do Brasil é péssima no exterior. Com este crime então……