Doria troca comando da Controladoria, que fiscaliza a Prefeitura

Procuradora Laura Mendes Armando de Barros vai deixar o cargo após oito meses de gestão; ouvidor assume no lugar

São Paulo – A gestão João Doria decidiu demitir a controladora-geral da cidade de São Paulo, Laura Mendes Armando de Barros, após oito meses de gestão.

A Prefeitura afirmou que a “substituição se dá por razões administrativas operacionais”, e garantiu que “os processos e investigações abertos terão continuidade”.

Segundo o site da rádio CBN, Doria estaria descontente com a falta de produtividade do órgão, apesar das investigações envolvendo a “máfia da Cidade Limpa”, programa de ex-prefeito Gilberto Kassab, estarem caminhando.

Barros agora voltará a ser procuradora do município, segundo a prefeitura.

Quem assume a Controladoria-Geral do município no lugar dela é Guilherme Rodrigues Monteiro Mendes, que era ouvidor-geral da cidade.

Veja a íntegra da nota da Prefeitura:

A procuradora Laura Mendes Amando de Barros deixará o cargo de controladora geral do Município. A substituição se dá por razões administrativas operacionais e a Prefeitura reconhece e agradece os bons resultados obtidos por ela nos oito meses em que ficou à frente do órgão. Todos os processos e investigações abertos durante esse período terão continuidade, garantindo a independência da Controladoria conforme determina a legislação. Laura Mendes Amando de Barros retomará suas atividades como procuradora do município. Guilherme Rodrigues Monteiro Mendes assume a Controladoria Geral do Município. Bacharel em Direito pela Universidade Mackenzie e licenciado em Letras pela PUC-SP, ele ocupava o cargo de Ouvidor Geral do Município. Antes disso, atuou por 12 anos na Secretaria de Controle Interno do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo – TRE/SP.