Doria dispara 11 pontos e empata com Russomanno; Marta cai 5

Doria subiu 11 pontos em comparação com o censo anterior, em que aparecia empatado no segundo lugar, com 17%

São Paulo – A menos de uma semana para as eleições municipais, João Doria (PSDB) disparou nas intenções de voto para a Prefeitura de São Paulo, com 28% das preferências, segundo pesquisa do Ibope divulgada nesta segunda-feira (26).

O candidato do PSDB subiu 11 pontos em comparação com o censo anterior, em que aparecia com 17% das intenções, técnicamente empatado com Marta Suplicy (PMDB).

Celso Russomanno (PRB), com 24%, caiu seis pontos percentuais em relação a pesquisa anterior, quando liderava a disputa com 30% das intenções de voto. 

A candidata Marta Suplicy (PMDB), por sua vez, mostrou uma variação negativa, com cinco pontos a menos, e aparece em terceiro lugar, com 15% das intenções de voto. 

Com o maior índice de rejeição (47%), o prefeito Fernando Haddad (PT) cresceu 3 pontos na pesquisa, mas permanece atrás de Marta, com 12% das preferências.

Já a ex-prefeita de São Paulo Luiza Erundina (PSOL) registrou 4% das intenções – um ponto percentual a menos do registrado há pouco mais de dez dias.

A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

A pesquisa do Ibope foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo e ouviu 1.204 eleitores da capital entre os dias 23 e 25 de setembro.

Segundo turno

O Ibope também realizou simulações de cenários para um eventual segundo turno em São Paulo. Caso João Doria e Celso Russomanno se enfrentem no dia 30 de outubro, o candidato do PSDB ganharia com 41% dos votos contra 37% para Russomanno.

O cenário se inverteu desde a última pesquisa, que mostrava que Russomanno ganhava com 49% sobre 28% do rival.

Marta só ganharia numa disputa contra Haddad com 43% contra 25%. O atual prefeito perde em todas as seis simulações.

Rejeição

Haddad lidera com 47% de rejeição entre os candidatos, na frente de Levy Fidelix (30%), que tem apenas 1% das intenções de voto. Logo depois, aparece Marta Suplicy (28%), Luiza Erundina (27%) e Celso Russomanno (25%).

Além de ser o candidato com a maior intenção de voto, Doria também aparece com uma das menores porcentagens de rejeição, de 17%.

Segundo o Ibope, a administração de Haddad foi desaprovada por 69% dos entrevistados, enquanto que 25% afirmaram que aprovavam sua gestão para a capital paulista.

Texto atualizado às 20h12