Dilma tem 38%, Aécio 23%, e Campos 9%, diz Ibope

Segundo pesquisa, corrida permanece estável e ainda indefinida sobre um possível segundo turno

São Paulo – Pouco mudou na corrida eleitoral para a Presidência da República, mostrou a pesquisa Ibope divulgada pelo Jornal Nacional, da TV Globo, nesta quinta-feira.

A presidente Dilma tem 38% das intenções de voto, o mesmo resultado apresentado na pesquisa de julho. O seu principal concorrente, Aécio Neves (PSDB), aparece com 23% das intenções, apresentando um crescimento de 1%.

O terceiro colocado, Eduardo Campos (PSB), teve 9%, também crescendo 1%. Pastor Everaldo (PSC) permaneceu com 3% da preferência do eleitorado.

Dos entrevistados, 13% disseram que votariam em branco ou anulariam o voto, enquanto 11% se declararam indecisos.

Apesar de estar indefinida a probabilidade de um segundo turno, o Ibope fez simulações sobre uma possível disputa.

Contra Aécio, Dilma tem a preferência de 42% do eleitorado, enquanto o tucano possui 36% das preferências. No mês passado, a diferença era de 8%, com 41% das intenções para Dilma e 33% para Aécio.

Os votos brancos ou nulos foram as escolhas de 15% dos entrevistados, enquanto 7% não souberam responder.

Na corrida contra Campos, a presidente lidera com 44%, contra 32% do ex-governador de Pernambuco. A última pesquisa mostrava a petista com 41% das intenções de voto, contra 29% de Campos.

Neste cenário, os votos brancos ou nulos foram as escolhas de 16% dos entrevistados, enquanto 8% não souberam responder.

O levantamento possui um nível de confiança de 95%, e uma margem de erro de 2%, para mais ou para menos.

Aprovação

O Ibope também apurou que 32% dos eleitores fizeram uma avaliação positiva do governo Dilma. Na última pesquisa, de 22 de julho, esse número era de 31%.

Já os eleitores que avaliaram o governo como ruim ou péssimo foram 31%. Número que aumentou 2% (33%) em relação ao apurado em julho.

Os que consideram o governo regular foram 35% dos entrevistados, contra 36% do último levantamento.

Sobre a maneira de Dilma governar, a avaliação do eleitorado foi novamente mais negativa do que positiva. Dos entrevistados, 49% desaprovam, contra os 47% que aprovaram.

Na pesquisa anterior, metade dos entrevistados afirmou que desaprovava, enquanto 44% aprovaram.

Segundo o Ibope, a margem de erro da pesquisa é de 2%, para mais e para menos.

Texto atualizado às 21h28min do mesmo dia para adicionar mais informações.