Desmoronamento deixa 7 mortos e 14 desaparecidos

O deslizamento soterrou sete casas nesta madrugada em Jamapará, um distrito de Sapucaia situado às margens do rio Paraíba do Sul

Rio de Janeiro – Um deslizamento de terra deixou pelo menos sete mortos e 14 desaparecidos nesta segunda-feira na cidade de Sapucaia, no estado do Rio de Janeiro, devido às intensas chuvas dos últimos dias, informaram fontes oficiais.

O deslizamento soterrou sete casas nesta madrugada em Jamapará, um distrito de Sapucaia situado às margens do rio Paraíba do Sul, em uma área montanhosa na divisa com Minas Gerais.

O secretário de comunicação da Prefeitura de Sapucaia, Sergio Campante, disse à ‘Globo News’ que o desmoronamento destruiu sete casas e parte da estrada federal BR-393.

Até agora foram encontrados sete corpos e os bombeiros buscam entre 14 pessoas que supostamente ficaram soterradas.

Desde o começo do ano, as chuvas causaram outras dez mortes e deixaram duas pessoas desaparecidas no estado de Minas Gerais, além de terem provocado um óbito no Rio de Janeiro, segundo o balanço mais recente dos organismos de Defesa Civil.

No domingo, um dique de contenção do rio Muriaé se rompeu no município de Cardoso Moreira, no Rio de Janeiro, e obrigou cerca de 900 pessoas a serem deslocadas.

Em todo o estado do Rio de Janeiro, cerca de 15 mil pessoas tiveram que deixar suas casas por conta das chuvas e em Minas Gerais 104 municípios estão em estado de emergência, 14.100 pessoas foram deslocadas e 2,2 milhões foram afetadas pelas chuvas.

A presidente Dilma Rousseff deve realizar nesta segunda uma reunião com seus ministros para estudar medidas de assistência aos afetados.