Desejo a maior felicidade para ele, diz Temer sobre Cunha

Ao ser questionado se responderia a uma acusação feita pelo ex-deputado, o presidente foi evasivo e disse que não tem nada a falar sobre

Brasília – O presidente Michel Temer evitou entrar em polêmica com o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, que o acusou de ter se “equivocado nos detalhes” quando falou sobre um encontro com ex-presidente da Odebrecht Engenharia Industrial Márcio Faria da Silva.

“Eu não digo nada sobre isso e desejo a maior felicidade para ele”, respondeu Temer ao ser questionado se responderia ao ex-deputado, que está preso no Complexo Médico Penal, em Pinhais.

Em depoimento gravado no âmbito das investigações da Lava Jato, Márcio Silva disse que o encontro se deu no escritório político de Temer, em Alto de Pinheiros, em São Paulo, em 15 de julho daquele ano.

Segundo Silva, Temer comandou reunião de acerto de propina de US$ 40 milhões. Temer nega.

A afirmação do presidente foi feita no Itamaraty, após participar de cerimônia do Dia do Diplomata, quando foi indagado sobre as ameaças de seu ex-aliado, que promete fazer delação premiada.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s