Desconto na bandeira vermelha será votado no dia 28

A estimativa é de um desconto de 15% a 20% no atual valor, que é de R$ 5,50 para cada 100 kilowatts-hora consumidos

Brasília – diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Reive Barros, disse nesta terça-feira, 11, que a Agência irá abrir consulta pública na próxima quinta-feira, 13, sobre o desconto na bandeira tarifária vermelha anunciado mais cedo pela presidente Dilma Rousseff. Segundo ele, o novo valor será votado no dia 28 deste mês, a tempo de vigorar em setembro.

“A estimativa é de um desconto de 15% a 20% no atual valor, que é de R$ 5,50 para cada 100 kilowatts-hora consumidos. A bandeira amarela, que custa R$ 2,50, não terá mudança”, disse Barros. Desde janeiro, vigora a bandeira tarifária vermelha.

A alteração no preço da bandeira mais cara se deve ao desligamento, no último sábado, de 21 usinas térmicas com potência somada de 2.000 megawatts. Segundo o governo, a medida irá gerar uma economia de R$ 5,5 bilhões até o fim do ano.