De próprio punho, Lula diz a Moro que recorrerá de sentença

O juiz condenou o petista a 9 anos e meio de prisão pela ocultação da titularidade de um tríplex no Guarujá, que seria fruto de propinas da Petrobras

São Paulo – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou nesta quarta-feira, 19, às 9h, a intimação de sua sentença de nove anos e seis meses de prisão, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no caso triplex.

De próprio punho, o petista escreveu: “pretendo recorrer”.

O juiz federal Sérgio Moro condenou Lula no dia 12 de julho pela ocultação da titularidade de um triplex no Guarujá, cidade do litoral de São Paulo, que seria fruto de propinas da Petrobras.

Na mesma sentença, o juiz da Operação Lava Jato absolveu o ex-presidente de lavagem de dinheiro pelo armazenamento de bens custeado pela empreiteira OAS.

Nesta quarta, o oficial de Justiça avaliador Luiz Henrique de Santes enviou ao juiz uma certidão em que avisa sobre a intimação de Lula em São Bernardo do Campo, no ABC paulista onde mora o o ex-presidente.

“Certifico e dou fé que, em cumprimento ao mandato retro, em 19 de julho de 2017, às 9h, me dirigi à Avenida Francisco Prestes Maia, Bairro Centro, S.B.Cpo e aí sendo efetuei a intimação de Luiz Inácio Lula da Silva, o qual ficou ciente de todo teor do mandato, declarou que pretende apelar da referida sentença e recebeu a contrafé oferecida mediante assinatura no protocolo do mandado”, anotou o avaliador.

“Certifico também que a intimação foi efetuada nesta data, pois em contato telefônico efetuado no dia 14 o sr. Moraes, segurança do intimado, disse que o sr. presidente estava viajando e somente retornaria no dia de hoje.”

Lula foi condenado por um crime de corrupção passiva pelo recebimento de vantagem indevida do Grupo OAS em decorrência do contrato do Consórcio Conest/RNEST com a Petrobras e por um crime de lavagem de dinheiro, “envolvendo a ocultação e dissimulação da titularidade do apartamento 164-A, triplex, e do beneficiário das reformas realizadas”.

Nesta ação penal também foram condenados os executivos José Adelmário Pinheiro, o Léo Pinheiro – corrupção e lavagem a 10 anos e oito meses -, e Agenor Franklin Medeiros – corrupção ativa a seis anos, ambos da OAS.

Esta a primeira condenação de Lula na Lava Jato. O ex-presidente responde como réu em outro processo aberto por Moro.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. No mínimo, devia pedir a cassação do diploma do Moro na OAB pois se trata de um juiz parcial, que sai na rua pedindo “abuso de autoridade” e age ilegalmente divulgando conversa grampeada ilegalmente. Só mesmo os MACHcados que o apoiam, mas também o que esperar de quem aplaude o desmonte das empresas brasileiras ( por inveja do sucesso dos empresários) e inventam até “conspiração comunista pra destruir a família” (ignorando que ELES são os que agridem suas cônjuges, quebram a promessa feita em cartório, sem esquecer de contamina-las com doenças venéreas, claro). Infelizmente, é por isso que o país da um passo pra frente e dez pra trás.

  2. Será que o Moro entendeu o garrancho?

  3. Cientista autônomo - Ciência ao alcance de todos (GilbertoAlves)

    Isto mesmo Lula, ninguém nesta merda de país tem caráter, honra e competência para te Julgar. Estes que te perseguem são todos farinha do mesmo saco, um ninho de rato maçônico.