CPI mista da Petrobras ouve gerente e diretor da estatal

O primeiro a ser ouvido é o gerente jurídico internacional da estatal, Carlos Cesar Borromeu de Andrade

Brasília, – A CPI Mista da Petrobras abriu na tarde desta quarta-feira, 20, a reunião em que vai ouvir dois funcionários da companhia petrolífera.

O primeiro a ser ouvido é o gerente jurídico internacional da estatal, Carlos Cesar Borromeu de Andrade, que deverá prestar esclarecimentos sobre a disputa judicial entre a Petrobras e a empresa belga Astra Oil, que resultou na compra, pela estatal, de toda a refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos.

Em seguida, será ouvido o diretor de Segurança Empresarial, Pedro Aramis de Lima Arruda, sobre as denúncias de pagamento de suborno a funcionários da Petrobras pela empresa holandesa SMB Offshore.

Aramis já depôs à CPI da Petrobras do Senado no início de junho.

Na ocasião, ele afirmou que a estatal não encontrou indícios de que houve pagamento de propina a funcionários da empresa em contratos de aluguel de plataformas firmados com a SBM Offshore.

Segundo o diretor, as apurações internas da Petrobras não encontraram quaisquer “pagamentos diretos” a seus empregados.