Congresso volta; Abertura dos Jogos…

Na semana

-Voltam os trabalhos na Câmara do Deputados depois do recesso branco. A pauta do segundo semestre é extensa: devem ser votados a cassação da presidente afastada Dilma Rousseff e do deputado Eduardo Cunha, os pacotes de ajuste fiscal e reforma trabalhista. Devido às eleições, que ocorrem em outubro, e às Olimpíadas, que começam na sexta-feira, as semanas de trabalho na Câmara, que duram normalmente três dias, devem durar só dois.

– O presidente da Fifa, Gianni Infantino, faz sua primeira visita ao Brasil para se reunir com membros do Comitê Olímpico Internacional e da CBF

Segunda-feira 1

– O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, se reúne com os líderes partidários para falar sobre os trabalhos da Casa nos próximos dias. Até o dia 5 de agosto, muitos deputados querem se concentrar nas convenções que definirão os candidatos nas eleições municipais.

– Em uma sessão que acontece às 16h, os deputados devem votar o projeto da renegociação da dívida dos estados, que está trancando a pauta da Câmara. O texto, negociado com o Executivo, alonga as dívidas dos estados em 20 anos, mas estabelece que os governadores devem reduzir despesas com pessoal e incentivos fiscais.

Terça-feira 2

– Os deputados devem analisar a medida provisória que prorroga por três anos o prazo do programa Mais Médicos. Criado, em 2013, o programa tem um orçamento anual de 2,7 bilhões de reais e conta com 18.000 médicos, 11.000 deles cubanos. Um dos objetivos do governo é aumentar a participação de médicos brasileiros.

– A Câmara deve votar uma medida provisória que libera 80 milhões de reais para o ministério do Esporte para a realização dos Jogos Olímpicos; os deputados devem votar ainda a liberação de 150 milhões de reais para a justiça eleitoral para as eleições municipais de outubro.

– O senador Antonio Anastasia apresenta seu parecer a respeito do relatório de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. Começa, assim, a fase final do processo. O julgamento está previsto para o dia 29 de agosto.

Quarta-feira 3

– Começam a ser disputados as primeiras modalidades das Olimpíadas, com jogos do futebol feminino no Rio de Janeiro, em São Paulo e em Belo Horizonte.

Quinta-feira 4

– O parecer de Antonio Anastasia deve ser votado na Comissão do Impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff.

Sexta-feira 5

– Abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro no Maracanã. Estão confirmados 45 chefes de estado, como o francês François Hollande, o italiano Matteo Renzi e o argentino Mauricio Macri. A presidente afastada Dilma Rousseff não participará. A pentatleta Yane Marques, bronze em Londres, será porta-bandeira do time brasileiro.