Congresso mantém veto a mínimo para todas as aposentadorias

Segundo dados do governo, se a regra entrasse em vigor, teria um impacto de 11 bilhões de reais nas contas públicos até 2019

Brasília – Parlamentares mantiveram nesta quarta-feira o veto da presidente Dilma Rousseff a uma medida que estendia a todos os aposentados a política de reajuste do salário mínimo e que teria grande impacto nas contas públicas, em mais uma vitória apertada do governo no Congresso.

Ao analisar o veto, 211 deputados votaram pela derrubada, enquanto 160 foram pela manutenção.

Mas como são necessários 257 votos para derrubar um veto, a decisão presidencial foi mantida.

Como não houve votos suficientes para derrubar o veto na Câmara, os senadores sequer chegaram a analisar a negativa de Dilma.

Segundo dados do governo, se a regra entrasse em vigor, teria um impacto de 11 bilhões de reais nas contas públicos até 2019.