Com Bonner afiado, edição do JN gera repercussão nas redes

Em uma passagem entre um tema e outro, o âncora também fugiu de seu comportamento tradicionalmente objetivo para uma espécie de desabafo

São Paulo – Normalmente bastante inflexível, o formato do Jornal Nacional desta quinta-feira (18) chamou a atenção dos telespectadores pela sua extensão e pelo tom irônico do apresentador William Bonner.

Com mais de 1h30 de duração, o noticiário, dedicado às revelações envolvendo o dono da JBS e uma série de políticos de peso, atrasou a menina dos olhos da emissora: a novela das nove.

Em uma passagem entre um tema e outro, o âncora também fugiu de seu comportamento tradicionalmente objetivo para uma espécie de desabafo. “A gente passou quase cinco minutos sem falar de corrupção, mas já estamos de volta”, disse.

A internet não demorou a repercutir as mudanças no programa, com elogios e, claro, uma boa dose de humor:

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Saudades do Lula

    1. Sassá Mutema

      Ou você está de palhaçada ou é um débil mental.

    2. Oscar Antonio Lima

      — Como bem o disse o Sassá Mutema aqui em cima, ou você está de palhaçada ou é um débil mental … Eu acho que são ambas as coisas!

  2. afonso londres

    Receita federal….onde estao os controles ….e o imposto ….enquanto isso o povo passa fome

  3. afonso londres

    acougueiro comprou muita gente….imagina os bancos……nao existe democracia no Brasil…o povo nao da a cara para bater

    1. democracia com voto e serviço militar obrigatório pra mim não é democracia.