Dólar R$ 3,27 -0,54%
Euro R$ 3,65 0,07%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 1,36% 64.085 pts
Pontos 64.085
Variação 1,36%
Maior Alta 4,89% RADL3
Maior Baixa -6,09% JBSS3
Última atualização 26/05/2017 - 17:20 FONTE

Colômbia pede que Brasil condecore menino que ajudou resgate

Johan Alex Ramírez, cuja família vive na região da queda, guiou as equipes de resgate até o lugar no qual se encontrava o avião

Bogotá – As autoridades da Colômbia solicitaram nesta quarta-feira ao governo brasileiro que a condecoração que entregará aos homens que participaram do resgate das vítimas e sobreviventes da queda de avião da Chapecoense seja recebida pelo menino Johan Alex Ramírez, que colaborou nas tarefas de busca.

Segundo divulgaram hoje vários veículos de comunicação colombianos, o pedido foi feito pelo governador de Antioquia, Luis Pérez Gutiérrez, por meio de uma carta enviada ao embaixador do Brasil na Colômbia, Julio Bitelli.

Na carta se pediu que o prêmio que será entregue pelas autoridades do Brasil no próximo 16 de dezembro no Palácio do Planalto, em Brasília, seja recebido “em nome de todo o povo antioqueño pelo menino Johan Alex Ramírez, que nessa noite colaborou oportuna e eficazmente nos trabalhos de resgate”.

No último dia 28 de novembro um avião da companhia aérea boliviana Lamia que transportava a delegação da Chapecoense caiu perto do aeroporto de Medellín, deixando 71 mortos e seis sobreviventes.

Johan Alex Ramírez, cuja família vive na região da queda, guiou as equipes de resgate até o lugar no qual se encontrava o avião.

Por isso, o governador do departamento de Antioquia, cuja capital é Medellín, indicou na carta que “a criança é símbolo dos antioqueños solidários, nobres, trabalhadores e serviçais, sempre atentos a servir a seus semelhantes”.

O reconhecimento, acrescentou o governador, ajudará “a forjar nos demais meninos, meninas e adolescentes a cultura da solidariedade e do bem comum, que nos ajudará a superar as dificuldades e a nos entender como irmãos”.