COI está satisfeito por compromisso de Temer com Rio 2016

Temer se reuniu com Bach pela primeira vez desde que assumiu o poder de maneira interina, após a suspensão da presidente Dilma Rousseff

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, afirmou nesta terça-feira estar confiante com o sucesso dos Jogos do Rio de Janeiro, após receber o “compromisso incondicional” do presidente em exercício do Brasil, Michel Temer.

Temer se reuniu com Bach pela primeira vez desde que assumiu o poder de maneira interina, após a suspensão da presidente Dilma Rousseff, que aguarda julgamento do Senado pelas supostas “pedaladas fiscais” com as contas públicas.

Bach não quis comentar o momento político do Brasil.

“Este é um processo da democracia no Brasil e o COI não se mete em política doméstica”, declarou a jornalistas depois da reunião no Parque Olímpico da Barra da Tijuca.

“Tivemos uma amistosa e profunda reunião com o presidente brasileiro Temer e estou feliz por seu compromisso incondicional com o sucesso dos Jogos Olímpicos, um compromisso que temos em comum”, afirmou o alemão.

Os primeiros Jogos Olímpicos da América do Sul serão disputados entre os dias 5 e 21 de agosto e o impeachment de Dilma, caso confirmado, poderá ocorrer durante o evento.

Perguntado a respeito das possíveis dificuldades causadas pela transição entre o governo de Dilma e o de Temer, Bach declarou: “Os Jogos Olímpicos são um projeto unificador e trabalhamos muito bem com o governo da presidente Dilma Rousseff pelo sucesso dos Jogos, e estamos trabalhando da mesma maneia, juntos, com o presidente Temer”.

“Estes Jogos não são sobre política, não são sobre divisões, são sobre união, união das pessoas, dos brasileiros para que sejam excelentes anfitriões”, concluiu.