Candidato em Palmas tem título suspenso e não pode votar

Condenado por crime ambiental em 2012, o ex-prefeito conseguiu o registro de sua candidatura por meio de liminar

Palmas – Embora seja candidato à prefeitura de Palmas (TO), o ex-prefeito Raul Filho (PR) não poderá exercer seu direito de votar nesta eleição, informou a Assessoria de Comunicação do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO).

O título eleitoral do candidato está suspenso. Condenado por crime ambiental em 2012, o ex-prefeito conseguiu o registro de sua candidatura por meio de liminar. Segundo o TRE, quando isso ocorreu, o Cadastro Nacional de Eleitores já estava fechado, sem possibilidade de fazer alterações.

A liminar foi derrubada na semana passada, pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e cabe recurso. A candidatura continua válida no Tribunal Eleitoral.

A pedido da chapa do atual prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB), o registro poderá ser julgado novamente e indeferido, depois da eleição. Raul Filho tem três dias para se manifestar. Se tiver a candidatura indeferida, os votos dele não serão computados. (Célia Bretas Tahan – Especial para a AE)