Câmara gastou R$ 40 mil com exposições culturais em 2016

Ao longo do ano, o Centro Cultural da Casa coordenou 38 exposições

São Paulo – Em ano de ajuste fiscal, a Câmara dos Deputados desembolsou R$ 40 mil para investir em exposições culturais nos corredores do Congresso em 2016.

Segundo a assessoria de imprensa da Casa, o Centro Cultural Câmara dos Deputados coordenou 38 exposições ao longo do ano. Menos de metade delas – apenas 14 – foram selecionadas por meio do edital. Outras 7 foram realizadas por iniciativa da Câmara. Em 17 exposições, houve apenas a cessão do espaço.

“O investimento com as exposições selecionadas por edital foi de R$ 9.939,48, e com as de iniciativa ou parceria do Centro Cultural, aprovadas pela Comissão Curadora, foi de R$ 30.263,48”, explicou a assessoria de imprensa a EXAME.com.

A exposição com maior custo em 2016 foi a exposição “Palácio Tiradentes: 90 anos”, de iniciativa do próprio Centro Cultural, com curadoria do Museu da Câmara dos Deputados.

Na outra ponta, a de menor investimento foi a exposição individual “Entretempos:1976-2015”, do artista Renault Castro, selecionada pelo edital.