Câmara gastou mais de R$ 6 milhões com viagens oficiais em 2016

Deputados federais e servidores fizeram 1.270 viagens ao longo do ano, sendo que 294 delas foram para 47 destinos internacionais

São Paulo – Mesmo com a ordem de apertar os cintos com os gastos públicos, a Câmara dos Deputados desembolsou, em 2016, R$ 6,2 milhões em diárias e passagens para missões oficiais de deputados e servidores.

Segundo informações concedidas pela Casa, adquiridas pela Lei de Acesso à Informação, os parlamentares e servidores fizeram 1.270 viagens ao longo do ano, sendo que 294 delas foram para 47 destinos internacionais.

Dos 1.270 deslocamentos em 2016, 427 foram feitos por deputados. Os destinos são variados: desde Nova York, Miami, Londres e Madri até Adis Abeba, na Etiópia; Jaipur, na Índia; Tel Aviv, em Israel; e Baku, no Azerbaijão.

As outras 842 viagens foram realizadas por servidores da Câmara que acompanharam seus deputados ou os representaram em congressos e simpósios.

O deputado Heráclito Fortes (PSB-PI) está entre os parlamentares mais viajados em 2016. O pessebista visitou Washington, Filadélfia, Roma, Baku, Santiago, Montevidéu, entre outros.