Os estados com o maior déficit de policiais por habitante

Média do país precisa melhorar para chegar a um policial para cada 450 habitantes como recomenda a ONU; Maranhão é o pior estado

São Paulo – Para chegar à média de um policial para cada 450 habitantes como recomenda a Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil precisaria ganhar 20 mil policiais em seu efetivo da Polícia Militar.

O levantamento foi feito com base no “Perfil dos Estados e Municípios Brasileiros 2014”, estudo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) utilizando dados dos 26 estados e Distrito Federal. Com 425 mil homens e mulheres como servidores, a média do Brasil é hoje de um policial para cada 473 habitantes.

A meta da ONU só seria atingida, no entanto, se houvesse uma redistribuição de todo o efetivo pelos estados. De 27, são 17 unidades federativas que estão abaixo da média.

A pior delas é o Maranhão, com um policial para cada 881 habitantes. Para chegar ao número das Nações Unidas, o estado precisaria contratar 7.384 policiais — ou quase dobrar seu efetivo atual de 7.709 servidores.

Apenas 10 estados, portanto, têm um efetivo que esteja de acordo. O primeiro do ranking é o Distrito Federal, com um policial para cada 194 habitantes. Os outros “aprovados” são Amapá, Acre, Roraima, Rondônia, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Tocantins, Amazonas e Paraiba.

Veja abaixo os índices de todos os estados.

Unidades da Federação Total Homens Mulheres Índice de policiais/ hab. (1)
Distrito Federal 14.345 13.176 1.169 1:194
Amapá 3.700 2.946 754 1:199
Acre 2.712 2.441 271 1:286
Roraima 1.669 1.426 243 1:292
Rondônia 5.200 4.700 500 1:332
Rio de Janeiro 46.135 42.147 3.988 1:355
Rio Grande do Norte 8.926 8.717 209 1:378
Tocantins 3.855 3.384 471 1:383
Amazonas 9.050 7.970 1.080 1:421
Paraiba 9.263 8.563 700 1:423
Espírito Santo 8.491 7.518 973 1:452
Alagoas 7.135 6.349 786 1:463
Sergipe 4.660 4.343 317 1:471
Brasil 425.248 383.410 41.838 1:473
Pernambuco 19.348 17.227 2.121 1:476
Mato Grosso 6.579 5.992 587 1:484
Bahia 31.039 26.714 4.325 1:485
São Paulo 89.478 79.600 9.878 1:488
Minas Gerais 42.115 38.519 3.596 1:489
Mato Grosso do Sul 5.255 4.833 422 1:492
Pará 15.943 14.047 1.896 1:500
Goiás 11.950 11.000 950 1:538
Rio Grande do Sul 20.405 17.773 2.632 1:547
Ceará 15.926 15.440 486 1:551
Santa Catarina 11.560 10.680 880 1:574
Piauí 5.335 4.975 360 1:597
Paraná 17.465 15.667 1.798 1:630
Maranhão 7.709 7.263 446 1:881

(1) Índice calculado com base nas estimativas de população de 1° de julho de 2013, enviadas para o Tribunal de Contas da União (TCU) em 31 de outubro de 2013.