Bancada do PSB declara apoio ao impeachment de Dilma

A bancada do PSB na Câmara dos Deputados declarou apoio ao processo de impeachment da presidente da República

A bancada do PSB na Câmara dos Deputados declarou apoio ao processo de impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff, nesta quinta-feira, 7. A decisão foi aprovada durante reunião com o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, por “razões de ordem política inquestionáveis”.

De acordo com o líder do partido na Casa, Fernando Coelho Filho, os parlamentares consideraram mais “correto” aguardar a presidente Dilma Rousseff apresentar a sua defesa para deliberar sobre o assunto. Apesar de a decisão não ter sido unânime, ele acredita que a maioria do partido é favorável ao impeachment.

Coelho Filho elogiou a defesa apresentada pelo ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, na semana passada e disse que o governo “cumpriu o seu papel”, apesar de discordar das justificativas apresentadas. “Na nossa opinião você emitir decreto sem autorização do legislativo é sim um crime. Isso não pode ser flexibilizado.”

Na nota do PSB, o partido diz que Dilma perdeu “completamente a condição de liderar uma retomada, diante da desastrosa gestão do País, que nos levou a uma crise profunda; bem assim, a razões jurídicas que autorizam, nesta fase, a abertura de processo, pois o seu julgamento será realizado no Senado Federal”.

A legenda, segundo o líder do partido na Casa, deve se reunir novamente na próxima semana para discutir possíveis nomes para a comissão especial do impeachment do vice-presidente Michel Temer. Ontem, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) solicitou que os líderes partidários indicassem deputados para o colegiado. (Julia Lindner)