Após invasão, agenda de ministro traz críticas a Temer

Mensagens como “Fora Temer” e “golpe” foram colocadas em agenda oficial da pasta de Saúde

Brasília – Uma invasão ao site do Ministério da Saúde fez com que a agenda do ministro, Ricardo Barros (PP), trouxesse críticas ao governo do presidente Michel Temer (PMDB) nesta terça-feira (27). A agenda já voltou a ter sua programação normal, às 10h.

Mensagens como “Fora, Temer” foram colocadas em agenda oficial da pasta. Entre os compromissos, estava listada uma renúncia de Temer e uma reunião de “ministros da base aliada do golpe”. 

A EXAME.com, a assessoria de imprensa do ministério informou que a pasta abriu uma sindicância interna para apurar quem foram os responsáveis por fazer as alterações na agenda do ministro.

“Verificamos que houve uma invasão. Passamos a informação ao Datasus — para que eles identifiquem se a invasão ocorreu interna ou externamente”, disse a assessoria, que não descarta a hipótese de hacker terem invadido o portal.