Após denúncia, prefeitura fiscaliza Feira da Madrugada

A operação é feita com a subprefeitura da Mooca, Guarda Civil Municipal e Policia Militar

São Paulo – Após denúncia de invasões de box por comerciantes sem permissão na Feira da Madrugada, a prefeitura de São Paulo realiza nesta sexta-feira, 21, uma fiscalização no local.

A operação é feita com a subprefeitura da Mooca, Guarda Civil Municipal e Policia Militar, depois do recebimento de denúncia de que centenas de comerciantes se instalaram na feira sem a devida autorização.

Feirantes regulares procuraram nesta semana o novo secretário da Coordenação de Subprefeituras, Ricardo Teixeira (PV), para avisar que a feira continua sob esquemas de corrupção e achaque a comerciantes.

Nesta semana, conforme noticiou o jornal O Estado de S. Paulo, o ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD) foi acionado na Justiça pelo Ministério Público Estadual (MPE) por omissão na instalação de uma “máfia” no local, após a Prefeitura assumir a administração do imóvel, em 2010.

O ex-prefeito Gilberto Kassab afirmou, por meio de nota, que a ação do MPE é improcedente. Segundo o texto, durante a sua gestão, “as medidas necessárias para a regularização e o combate às ilegalidades foram adotadas com total transparência”.

De acordo com a Prefeitura, desde a madrugada desta sexta-feira, a administração municipal percorre o local para orientar os comerciantes na preparação da documentação necessária para essa checagem: cópia da Portaria na qual consta o termo de permissão de uso (TPU), RG e CPF.