Só 5 discursam em duas horas e meia de sessão no Senado

Em duas horas e meia, apenas cinco senadores discursaram na sessão que vai votar a aceitação do processo de impeachment contra Dilma Roussef

São Paulo – Em duas horas e meia de sessão, apenas cinco senadores discursaram na primeira etapa da sessão de apreciação do processo de impeachment no Senado, o que sinaliza que a votação poderá se estender até o final da noite desta quarta-feira, 11, apesar das tentativas do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) em abreviar os trabalhos.

Ao todo há 68 inscritos para discursos. Eles poderão falar por até 15 minutos.

Parecer

Ao retornar ao plenário, após o intervalo do almoço, por volta das 14h, o senador e relator da Comissão Especial do Impeachment, Antonio Anastasia (PSDB-MG), evitou comentários sobre o andamento da sessão desta quarta-feira do Senado que votará o seu parecer pelo afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT).

Indagado pelo Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, o parlamentar disse que falaria apenas após o término da votação sobre o andamento da sessão.

Em relação aos questionamentos feitos no início ao seu voto, por senadores aliados da presidente, Anastasia emendou: “Normal, normal. Vou falar só depois”.