Aneel quer reduzir bandeira vermelha em até 20% em setembro

As bandeiras tarifárias representam um aumento na conta de luz dos consumidores quando o sistema está em situação de escassez

Brasília – A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) abrirá nesta semana uma audiência pública com uma proposta para reduzir de 15 a 20 por cento o valor da bandeira tarifária vermelha, o que possibilitaria que a medida tivesse efeito a partir de setembro, disse o diretor da agência Reive Barros nesta terça-feira.

As bandeiras tarifárias representam um aumento na conta de luz dos consumidores quando o sistema está em situação de escassez, sendo que a bandeira vermelha representa uma cobrança extra de 5,5 reais a cada 100 quilowatts-hora (kWh) utilizados.