Alckmin pedirá a Dilma mais recursos para saúde

O governador pedirá o reajuste do teto de recursos para a saúde em São Paulo na audiência marcada com a presidente nesta semana

São Paulo – O secretário de Saúde de São Paulo, Giovanni Guido Cerri, informou hoje que o governador do Estado, Geraldo Alckmin, terá uma audiência nesta semana com a presidente Dilma Rousseff. No encontro, o governador pedirá o reajuste do teto de recursos do governo federal repassados para custear a saúde em São Paulo. O esforço do governo estadual, segundo o secretário, é reduzir a defasagem de cerca de R$ 1,1 bilhão do atual teto, que é de R$ 5,7 bilhões ao ano.

“O que nós estamos pedindo é que esse teto seja reavaliado e que nós possamos receber essa diferença”, disse Cerri, após evento em São Paulo. “O governador está indo a uma audiência com a presidente Dilma Rousseff reforçar essa solicitação.” O secretário explicou que a elevação do teto compensaria a expansão da rede de atendimentos no Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com ele, o total de atendimentos da rede pública cresceu em torno de 20%, nos últimos três anos.

“Esse reajuste vem ajudar no financiamento da saúde em São Paulo”, disse. “Esse teto é só uma parte dos R$ 14 bilhões que o governo estadual investe em saúde. Esse reajuste vem ajudar para poder compensar o custeio da saúde, já que houve uma grande expansão da rede de atendimentos do Estado de São Paulo ao longo dos últimos anos”, acrescentou.