Alckmin, Aécio, Tasso, Serra, Doria e FHC se reúnem em SP

Os tucanos vão discutir a permanência do partido na base aliada do presidente Michel Temer em reunião no Palácio dos Bandeirantes

São Paulo – A reunião do PSDB para discutir o futuro do partido no governo federal começou por volta das 19h30, no Palácio dos Bandeirantes, e conta com a presença de 16 tucanos, entre eles o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, o senador Aécio Neves (MG), o presidente interino do partido, senador Tasso Jereissati (CE), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o prefeito de São Paulo, João Doria, e o senador José Serra (SP).

Também participam do encontro o governador do Paraná, Beto Richa, o governador de Goiás, Marconi Perillo, o governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, o governador do Mato Grosso, Pedro Taques, o senador Paulo Bauer (SC), o deputado Cássio Cunha Lima (PB), o deputado Ricardo Trípoli (SP), o deputado Sílvio Torres (SP), o presidente do instituto Teotônio Vilela, José Aníbal, e o secretário da Casa Civil do governo de São Paulo, Samuel Moreira.

Veja também
Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ronaldo Luis

    Mesmo com tantas articulações esse PSDB nunca mais chegará a presidência da República assim como o PT e o PMDB pra mim são três facções criminosas com o meu voto não serão eleitos nem pra sindico de prédio se não no final do mês o condomínio terá a água e a luz cortadas por falta de pagamento essa é a minha opinião.

  2. Sergio Moraes

    Santo Benzedô de Merenda de Criação pobre do Cunhado canonização, Mineirin da irmã q foi presa em face dele não assumir as mierdas das, o do Jatinho, Kareca de 23 milhões de “fios” de cabelos suíços, o Mister M da Política (arte de iLusionado incauto), áfi …ainda tem céguidor q cégue