São Paulo – A 19ª Parada Gay de São Paulo deste domingo trouxe alegria e críticas à homofobia e aos políticos na Avenida Paulista.

Lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais de todo o país se reuniram para pedir respeito pela diversidade.

Durante a festa na Avenida Paulista, como nos anos anteriores, os participantes capricharam na maquiagem e no figurino para esbanjar alegria e descontração.

Mas não faltaram críticas a políticos, principalmente ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

Durante a coletiva de imprensa que abriu o evento, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e o governador do estado, Geraldo Alckmin, também foram cobrados pelos manifestantes sobre a atuação do poder público sobre os direitos LGBT.

Já a senadora Marta Supliciy, aliada da causa gay, subiu em um dos trios para participar do evento.

Um destaque que chamou a atenção foi o grupo Mães pela Diversidade, que desfilou pela avenida Paulista para pedir respeito aos seus filhos.

Confira nas fotos como foi a parada gay deste ano em São Paulo.

Texto atualizado às 19h57 para que o título refletisse melhor a reportagem.