Aécio acusa governo de atuar para incluir oposição em lista

O senador acusou o governo de atuar para incluir a oposição na lista de políticos envolvidos no esquema de corrupção da Petrobras

Brasília – O presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), acusou nesta quarta-feira, 4, o governo de ter atuado para incluir a oposição na lista dos políticos acusados de envolvimento no esquema de corrupção da Petrobras.

O nome do senador foi citado pelo delator da Operação Lava Jato, Alberto Youssef, mas o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, considerou que não havia indícios para abertura de inquérito e sugeriu ao Supremo Tribunal Federal (STF) o arquivamento do caso envolvendo o tucano.

“Recebo como uma homenagem o arquivamento. Foram infrutíferas as tentativas de setores do governo de envolver a oposição na investigação”, disse. Questionado sobre quem do governo teria atuado junto aos investigadores para prejudicá-lo, o senador não respondeu.

Aécio afirmou que não sabe de nada a respeito das citações ao seu nome no processo da Lava Jato e disse não ter interesse em se informar. O senador disse ainda que não foi comunicado pelo procurador Rodrigo Janot de que seu nome havia sido mencionado.