Advogado de Temer protocola defesa à CCJ da Câmara

A entrega antes do prazo final estabelecido pelo regimento faz parte de uma estratégia do presidente de tentar acelerar a tramitação da denúncia

Brasília – O advogado do presidente Michel Temer, Antonio Claudio Mariz de Oliveira, protocolou nesta quarta-feira a defesa escrita do presidente à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara para a denúncia de corrupção passiva apresentada pela Procuradoria-Geral da República.

A entrega da defesa escrita antes do prazo final estabelecido pelo regimento da Câmara faz parte de uma estratégia do presidente de tentar acelerar a tramitação da denúncia, que depois de passar pela CCJ será votada no plenário da Câmara.

Para que a Câmara autorize o STF a analisar se aceita ou não a denúncia contra Temer, são necessários os votos de 342 deputados favoráveis à peça acusatória no plenário.

Caso a Câmara autorize o Supremo a analisar o caso e a corte decida aceitar a denúncia, Temer se tornará réu e será afastado da Presidência por até 180 dias para que seja processado pelo tribunal.

Veja também