Ação da PF em gabinete de Aécio já dura mais de duas horas

A Polícia Legislativa restringiu o acesso ao prédio anexo do Senado onde os gabinetes dos senadores estão localizados

Brasília – Agentes da Polícia Federal seguiam por volta das 8h20 desta quinta-feira, 18, fazendo busca e apreensão de documentos no gabinete do senador Aécio Neves (PSDB-MG) no Senado. A operação no local já dura mais de duas horas, segundo policiais legislativos.

Parte da imprensa foi impedida de acompanhar a operação. A Polícia Legislativa restringiu o acesso ao prédio anexo do Senado onde os gabinetes dos senadores estão localizados. Os carros da PF aguardam os agentes na chapelaria do Congresso Nacional, entrada principal do prédio.

Rio

Outros agentes da PF que estavam desde cedo na residência de Aécio Neves em Brasília saíram em torno das 8h20 do local com um malote. Às 8h30, apenas jornalistas faziam plantão na frente da casa do senador, que fica em um bairro nobre na capital.

No mesmo horário, a PF fazia uma busca no apartamento de Andréa Neves, irmã de Aécio Neves, localizado na Avenida Atlântica, na Praia de Copacabana, zona sul do Rio.

Dois carros da PF estão diante do prédio. Alguns motoristas que passam pela avenida à beira-mar se manifestam com buzinas.

Veja também