8 provas de que brasileiros estão muito pessimistas com Copa

Um pequeno grupo de brasileiros quer só diversão no Mundial, mas a maior parte ainda é crítica aos gastos e ao preparo do país, mostra pesquisa exclusiva obtida por EXAME.com

São Paulo – Enquanto alguns brasileiros defendem que é hora de aproveitar a Copa do Mundo, a maior parte das pessoas permanece em clima de total pessimismo em relação aos jogos que começam no dia 12 de junho.

É o que mostram 8 perguntas selecionadas da pesquisa “O lado negro da Copa”, do Instituto QualiBest, feita com exclusividade para EXAME.com (veja cada uma delas abaixo).

A maioria dos brasileiros entrevistados acredita que a Copa vai trazer mais ônus que legado, que o transporte público será insuficiente e que a imagem do Brasil sairá arranhada no exterior.

A um mês do Mundial, a pesquisa, realizada entre os dias 17 e 24 de abril, revela uma concordância da população com o tom pessimista que tem gerado protestos pelo país e que ainda não arrefeceu, ao menos de forma substancial, a 30 dias da abertura. Veja:

  Pergunta Concordam total ou parcialmente (%) Nem um nem outro (%) Discordam total ou parcialmente (%)
1) A Copa do Mundo no Brasil ao invés de deixar um “legado” deixará um “ônus” para o país e para o povo 67 15 18
2) Haverá muito confronto entre a polícia e os manifestantes durante a realização da Copa e isto me preocupa 63 18 19
3) Nossa polícia não está preparada para lidar com a multidão que irá aos estádios nos dias de jogos da Copa 71 14 15
4) Poderá haver grandes congestionamentos nas cidades, pois não temos uma estrutura viária adequada para o evento 89 7 4
5) O transporte público não dará conta dos torcedores que irão aos estádios 87 7 6
6) O número de assaltos, furtos e assassinatos deverá aumentar durante a Copa 74 18 9
7) Ao final da Copa, a imagem do Brasil ficará péssima perante os estrangeiros e o mundo 57 21 22
8) Os brasileiros deveriam parar de reclamar da Copa e aproveitar. Apesar dos problemas, será uma grande festa 31 11 58

Foram feitas 633 entrevistas pela internet. A amostra é representativa da população brasileira que se conecta à rede, segundo o QualiBest.