Os problemas do “faça o que eu digo não faça o que eu faço”

Um líder não é apenas um profissional estratégico com capacidade de motivar e influenciar pessoas. Ele é, também, um exemplo a ser seguido.

Desde crianças aprendemos a seguir exemplos. É sabido que, quando pequenos, repetimos atitudes dos nossos pais, irmãos mais velhos, professores ou adultos mais próximos, o que nos faz formar nossos pensamentos, ideias e costumes. E um dos grandes problemas desta fase é ser cobrado a agir de determinada maneira quando os exemplos nos levam ao lado oposto. O que dizer do pai que não deixa o filho ficar no celular ou outro gadget durante o jantar e, na primeira oportunidade, checa e-mails de trabalho ou mensagens? E o irmão mais velho que diz que você não pode comer doces antes do jantar enquanto preparar uma grande taça de sorvete? São exemplos simples, do dia a dia, mas que influenciam diretamente na educação e modo de pensar de uma criança que está em formação.

O quando se trata do mundo corporativo, qual a importância de agirmos de acordo com o que esperamos dos outros? Atualmente, um líder não é apenas um profissional estratégico com capacidade e função de motivar e influenciar pessoas. Ele é, também, um exemplo a ser seguido nas mais diversas áreas.

Lembra do pai que não permitia o uso do celular, mas o fazia na primeira oportunidade? É o mesmo do líder que controla o horário dos funcionários, mas não cumpre sua própria agenda; que cobra resultados, mas não ajuda a alcançá-los – ou até atrapalha; que cobra proatividade, independência e autonomia, mas microgerencia a sua equipe. Liderar pelo exemplo exige que a pessoa possua uma postura confiável e inspiradora, para que seus seguidores possam analisar cada atitude e retirar a inspiração necessária para continuar na concretização de resultados positivos.

Não basta falar, tem que fazer

Quer que seus funcionários trabalhem mais? Então, antes de mais nada, você precisa trabalhar mais. Um exemplo de líder inspirador é o técnico Bernardinho, autor de Transformando Suor em Ouro, e que sempre frisou que a transparência é um fator fundamental para que você tenha credibilidade e conquiste o respeito da sua equipe. Para ele, o trabalho vem antes do talento. E isso vale, claro, para o líder. Para ser um bom líder, não basta falar o que a equipe deve fazer. É preciso fazer, e fazer bem, para ser o exemplo.

5 dicas para liderar pelo exemplo

  • Coloque a mão na massa: saiba fazer o que precisa que os outros façam. Você não precisa ser um expert no tema, mas é importante que entenda o conceito, as necessidades e o mercado em que atual.
  • Ouça a equipe para ser ouvido: um sinal de boa liderança é saber que você não sabe de tudo. Ouça e peça feedback à sua equipe regularmente para conquistar a confiança deles. Quem não tem a capacidade de conquistar seus liderados acaba usando a força do cargo para se impor e ser obedecido.
  • Empodere e dê autonomia: pare de microgerenciar pessoas e tarefas. Dê as diretrizes, mas deixe sua equipe trabalhar, criar e inovar.
  • Conheça seus funcionários: ninguém é igual a ninguém e para que uma equipe tenha um bom desempenho é necessário que o líder tenha consciência de que cada funcionário possui suas limitações individuais. Dessa forma, a proximidade da liderança com o colaborador pode gerar uma situação propícia ao cumprimento dos objetivos organizacionais.
  • Aprenda sempre: busque aprimoramento e desenvolvimento. Não é porque está num cargo de liderança que vai deixar de atualizar-se. Dê o exemplo para que seu time se desenvolva sempre e não se acomode.

Nunca se esqueça de que está lidando com pessoas e que pessoas têm sentimentos e necessidades individuais. Motive, engaje e mantenha seus colaboradores satisfeitos. Trabalhadores felizes trabalham melhor e trazem mais resultado ao seu negócio. Seja o primeiro a incentivar esse sentimento e colha os frutos que um bom ambiente de trabalho pode trazer.

*Fernando Mantovani é diretor geral da Robert Half

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s