Investir certo não dá trabalho

O bom investimento se inicia pelo estabelecimento de um bom objetivo.

Existe uma frase que eu gostaria muito que fosse minha, mas é do George Soros. “Se você está tendo grandes emoções com seus investimentos, provavelmente você está fazendo algo errado. Porque investir corretamente é uma tarefa enfadonha”. E isso é verdade. Para investir corretamente é necessária uma análise minuciosa. Mas se houve um trabalho preventivo de traçar cenários, escolher corretamente o produto, de acordo com prazo de retorno, montante financeiro e objetivo, basta confiar no tempo.

Ou seja, investir corretamente não exige um conhecimento mirabolante, mas sim um método, que se inicia na preparação. Recentemente eu fiz uma palestra na B3, empresa oriunda da união entre a Cetip e a BM&FBOVESPA, onde eu falei sobre dicas para investir bem o seu dinheiro. Nenhuma dica foi “coloque o seu dinheiro em tal lugar”. Todas foram na linha “tenha um objetivo”, “conheça produtos”, “monte o seu quebra cabeça”.

Em outro webnário, em conjunto com Roberto Politi, um amigo pessoal, mas acima de tudo um grande profissional que trabalha com investidores de altíssimo nível financeiro e intelectual, ele disse que o investidor profissional nunca olha o passado. Ele determina um panorama e aplica dentro deste cenário que foi definido. Talvez essa seja a grande dificuldade de investir no Brasil, pois este panorama, muitas vezes, muda com muita rapidez.

Mas fora isso, investir corretamente não é algo que deve tomar muito tempo. Principalmente quando a pessoa conhece as bases do investimento: saber descontar a inflação, calcular o percentual do CDI, saber o que é e o que é coberto pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito). Inclusive, se a pessoa não sabe o que é FGC, provavelmente não está investindo bem o dinheiro em renda fixa. Enfim, são pequenos alicerces que fazem parte do perfil de um bom aplicador financeiro.

Na Academia do Dinheiro, muitas pessoas nos procuram após ter feito nossos cursos e é possível ver que já estão utilizando esse conhecimento. Sempre pode surgir dúvidas e algumas incertezas e inseguranças de principiantes, mas quase sempre apenas validamos aquilo que a pessoa já aprendeu e sabe fazer: seguir o plano que aprendeu a construir, de acordo com o objetivo que aprendeu a fixar. E essas pessoas têm chegado lá.

Mauro Calil é fundador da Academia do Dinheiro

 Veja também o vídeo relacionado a este texto:

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s